Textos - Manfred Leyerer

Mauro Silper

 

À moda dos saraus antigos, muito comuns no século XIX, alguns bons amigos e eu visitamos regularmente artistas, conhecidos ou não, em seus atelieres. E num desses encontros de natureza prazerosa e cultural conheci Mauro Silper e sua obra.

 

Numa conversa que varou noite adentro, fomos tomando conhecimento de sua forma de pintar. Telas e mais telas saíram aos borbotões de um pequeno espaço.

 

Verdadeiras poesias!

 

Com uma leve veia impressionista surgem paisagens idealizadas e românticas remetendo-nos a lugares ermos desprovidos de pessoas e animais. A sensação de amplidão infinita, tranquilidade e harmonia é imediatamente sentida e se apodera do nosso íntimo. Não há conflito nem nos motivos, nem nas cores. O sol e a lua, constantes em suas telas, aparecem de forma discreta deixando à vista uma luminosidade sem no entanto aparecerem em sua forma definida.

Curioso reparar que mesmo em suas telas de diminuto tamanho Silper consegue imprimir a sensação de distância, profundidade, fazendo com que a imagem pareça estar recheada de detalhes; ledo engano facilmente perceptível quando a olhamos através de uma lupa. São complexas e simples ao mesmo tempo.

 

Meandros de artista!

 

 

Manfred Leyerer

Colecionador

CFO Vallourec Tubos do Brasil S.A.

 

 

 

 

 

 

By Sr.Site                                                             Copyright Mauro Silper    2013 - 2021      All rights reserved.